terça-feira, 17 de abril de 2012

Marcadores:

O Coworking e as Novas Grandes Corporações




O Coworking já está saindo de suas comunidades nativas, formadas por empreendedores individuais, autônomos, free-lancers, etc., e atendendo as necessidades até mesmo das grandes corporações.
Semana passada o Twitter anunciou que estaria se fixando, ou seja, abrindo escritório, em Detroit (com o objetivo de vender anúncios para empresas de automóveis) e imaginem só qual foi o modelo de escritório adotado... isso mesmo o coworking!

O escritório da mais recente filial da Twitter será instalado no tradicional prédio da M@dison Building, um teatro antigo redesenhado que se vende como “Industrial Chic” (chiques industriais) e que também abriga um monte de outras startups da região.

A intenção é explorar maneiras de aplicar os princípios do movimento para impulsionar a inovação.

A Twitter umas das últimas de um grupo pequeno mais poderoso de corporações que já aderiram ao coworking. O Mozilla recentemente abriu a 'Moz Space' em Londres, aberta tanto para o pessoal do mozilla quanto para visitantes que precisam de um lugar para trabalhar. Ainda em Londres, o Google abriu as portas da sua 'startup incubadora', chamada de Campus, que terá função de coworking e espaços para eventos.

Essa iniciativa acompanha também um movimento de renascimento da cidade, atraindo as “techs” startups e incubadoras, e também aos hipsters urbanos que procuram moradia barata em uma cena em ascenção. “Estamos felizes por ter papel importante na Detroit Central e sua renascença digital.”, diz Adam Bain, um dos presidentes da Twitter.

Fica então a pergunta: Se atende as necessidades de grandes empresas como Twitter, Google e Mozilla, por que não atenderia aos anseios da sua empresa?

Quebre esta barreira do preconceito, e traga sua empresa para o coworking.

TrampoCWK. Simples. Prático. Seguro.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário